fd562452324659afb5f4feb0e79584d3

perdoa minha covardia

Coloquei sua música pra tocar antes de escrever.

Aquela que é muito sua, que virou sua pelo tom de voz.

Do começo ao fim daqui, eu vou falar de você. Vou tentar te entender. Na verdade, vou tentar explicar que você não está louca e que o mundo não é uma confusão. Vou ter contar que o cara mais velho, é mais covarde do que o cachorro da sua melhor amiga. Que suas dúvidas, talvez nem sejam tão suas. Vou explicar com clareza pra ver se você entende. Sua luz é gigantesca até quando recolhe seu sorriso. Pare de simplesmente ouvir os outros. Comece a acreditar neles. O problema não é você.

Adote abraços ao invés de problemas, mesmo você tendo o jeito mais charmoso do mundo para solucionar cada um deles. Deixa eu te fazer um carinho maldoso no sábado e um dengo no domingo de manhã. Não me liga e me deixa correr atrás. Entra no meu quarto que nem um vendaval e vai embora como uma brisa. Me embaralha, me desalinha e me deixa sem rumo. Exatamente como você fez no dia que eu te conheci. Só não se acanhe. Nunca.

Menina, alguém precisa te pegar pela mão e pedir que você tenha calma. Pega tua ansiedade e canta tua música favorita pra ela, com toda a certeza do mundo ela vai se derreter devagarinho. Exatamente como eu fiz. Quando você me hipnotizou.  Por favor, não quero nem sonhar que esses teus olhos resolveram encharcar na última madrugada por culpa minha. Repara que a gente caminha um do lado do outro em direções opostas. Que a gente flerta sempre que se cruza. Então giramos numa meia volta, pra ter certeza de que aquele sorriso foi pra gente. E envergonhados, mas seguros, seguimos.

Tolos.

Ou medrosos.

Do lado de cá eu queria que você soubesse que eu morro de medo de não ser metade do que você acha que eu sou. Que de todas as minhas covardias, você tem sido a que mais aparece nos meus sonhos de uns tempos pra cá. Que eu sou péssimo com tempo, mas consigo ser muito pior na hora de tentar entender sinais. Convido pra praia na chuva e acordo cedo nos finais de semana. Eu sou o passado vivendo no presente e fui me apaixonar exatamente por você, que veio do futuro. O louco dessa história sou eu.

Que comecei a criar coragem só esses dias, enquanto às vezes, eu acho que você já nasceu com uma espada na mão. Gosto da forma como você se moldou as loucuras da vida, arrepio toda vez que você caminha com seus dedos pelo meu braço. Muitas vezes não te puxo por medo de quebrar. Você é a boneca de porcelana mais bonita que eu já vi.

Ai menina, que desespero.

Se você soubesse o quanto eu falo de ti.

Mas morro de medo do dia em que você ouvir.

Quando eu tiver coragem, te conto que a minha maior vontade.

Era prender você dentro do meu abraço.

Só pra você ter que ficar por aqui.

Perdoa minha covardia. Por favor.

Tá difícil dormir.

fd562452324659afb5f4feb0e79584d3

 

autor_jorge

bd12e72ebe8e9965c54a8e188a5f7a0f

eu aprendi

Ainda bem que eu não sou dado a escândalos, sua sorte.
Ontem, quando vi você saindo daquele carro, com seu novo namorado pirei.
Até agora estou me perguntando onde e quando te perdi, como é possível você ter ficado tão linda, com o sorriso largo e cabelos soltos, está até mais magra e elegante e, sem mim.
Sei, eu sei agora que te vi, que não estava te fazendo bem.
Caramba, por que não me chacoalhou, não me descabelou, nem gritou comigo, pra eu acordar?
As vezes precisamos sentir dor pros olhos enxergarem o que está acontecendo e eu estive anestesiado, num torpor que só me permitia divagar e viajar pra longe, mesmo quando estávamos lado a lado.
Estou te escrevendo e lágrimas caem doloridas do canto dos olhos, isto tem um sabor de castigo pra mim, por não ter entendido a tempo que o amor da minha vida, já acordava do meu lado.
Tudo bem, aprendi que o amor não sobrevive se os dois não estiverem atentos e alimentando diariamente a vida a dois.
Perdi, mas não pra sempre.
A hora que alguém tocar de novo meu coração, vou estar acordado e não deixarei que o vento leve pra longe a magia do amor recíproco.
Seja feliz
Eu te amo.

bd12e72ebe8e9965c54a8e188a5f7a0f

036395ef-d2f9-4078-acc9-e0f29d6c001f

sdvff

trato é trato

Nossa percepção das coisas é muito limitada e insuficiente. Mas percepção é uma coisa, empatia é outra totalmente diferente.

Não tem a ver com entender, tem a ver com o que a gente sente.
E o que sentimos está ligado diretamente ao coração.

O que você sente?
Qual é a sua motivação?
Por que você levanta da cama todo dia?

É uma pergunta relativamente simples, mas tente respondê-la de imediato, sem pestanejar.

Você conseguiu?
Você levanta por algo que quer ou por algo que te fizeram acreditar precisar?
O que faz teu coração vibrar? O que te faz perder o ar?

Agora pare, olhe a sua volta, onde você está?
Onde você está no sentido mais amplo da palavra: Onde está seu coração?

Ele não está aí, na tela desse computador que te olha com descaso 8 horas por dia.

Não está no porre que você toma aos sábados para esquecer os 5 dias anteriores.

Não está na cama daquele cara que você beijou no fim de semana passado.

Seu coração está dentro do teu peito, no meio, um pouco mais pro lado esquerdo.

Está dentro de ti para que você possa levá-lo para onde quiser.
A missão da existência é proporcionar ao coração morada segura. Segura da monotonia de fazer as coisas por obrigação.

Por uma obrigação que não é tua.
Menina, hoje a noite anda na rua e olha pra lua.
Se o céu estiver nublado, olha pro céu mesmo assim.

Nossa vida parece grande mas já começa perto do fim.
É assim pra você, e é assim pra mim.
Então menina, faz agora um trato comigo, desses mentais, sem prendas a serem pagas em caso de descumprimento:

– Você vai seguir apenas duas coisas: teu coração e o vento. Te prometo contento, felicidade, e leveza.

Prometo que quando viver só pra ti, tudo que parecia feio terá uma fração de beleza.

Palavra de escoteiro!
E então, você aceita?

sdvff

autor_kamila

 

d82338a58d917c7625e961bfd5b81b24

não seja morna, por favor.

Para com isso.

Não precisa fingir que não está interessada, só pra tentar me enredar nesse seu joguinho sem respostas.

Consigo perceber pela sua respiração quente, que você está doidinha pra me agarrar forte. Então vem.

Tira esse medo de viver do seu peito e vamos começar aquele jogo da verdade. Quando podemos revelar sem pudor, o que pensamos um pro outro quando estamos perto ou longe.

Não, não leio pensamentos, mas sei que sentimos igual. Se tuas amigas te dizem pra ir com calma, é porque sabem que pra você não tem coisa morna. E eu também sei.

Vem, vai, vem aqui que vou te dizer o quanto te esperei. Você é exatamente como eu imaginava nas minhas composições. Seu sorriso largo vem cantando e me encantando em notas mais do que especiais, em harmonia perfeita com o seu corpo e seu jeito de se movimentar.

Você é hipnótica. E agora decidi, da próxima vez que você se aproximar, vou te olhar do jeito mais sutil que meu desejo puder, mas da minha boca, você vai ouvir tudo isso e muito mais.

Não é uma ameaça, é uma promessa. A vida é muito curta pra ser pequena e eu sei que encontrei em você, tudo o que combina comigo.

E quer saber, não vem não.

Só abre a porta da tua casa pra mim.

Já to é indo te amar.

d82338a58d917c7625e961bfd5b81b24

036395ef-d2f9-4078-acc9-e0f29d6c001f

 

 

1215fbe1e75b3dcff46db534c72e48a0

ela cansou de gente.

Ela quer pessoa.

Que bom que te encontrou!

Eu não sei em que momento dessa vida eu me perdi. O brilho dos olhos, o sorriso fácil, a fala convicta de quem carrega certezas encobertas de sonhos. Numa esquina, na rua florida, no olhar distante que encontrou no mar o refúgio do céu. Ele que beija sua água salgada como se fosse sua última gota de sobrevivência.

Acho que o culpado foi o tempo. Ele roubou dela a fantasia de um mundo lindo e perfeito aos olhos de uma amante da vida. Sua força vem de dentro, vem de fora, mas aí vem outro ‘ele’ para lhe roubar o riso. O cansaço não bateu na porta, ele entrou sem avisar. Aquela ideia de encontrar pessoas fascinantes com histórias incríveis vividas pelo mundo evaporou.

Como num sopro na nuca a vida lhe trouxe, ou melhor, lhe colocou com os pés no chão. Ela dorme e não se lembra dos sonhos, ela para no tempo durante o dia e nem sonhar acordada ela consegue mais. Seu silêncio transborda, chama atenção, mostra o que poucos enxergam.

Talvez seja uma defesa. Ela cansou de gente. Ela quer pessoa. Ela quer toque no corpo, mão na mão, olho no olho. Verdade por verdade. Ela não quer acreditar que perdeu a fé nas pessoas, ela quer as pessoas. As boas, de gestos simples, alma leve e transparente. Calma na alma de sonhos dela. Conhecer a si mesma não basta para conhecer o próximo. Ela sabe o que pode vir. O tombo é grande, o machucado demora a cicatrizar. Mas ela levanta. Uma hora ela tem que levantar.

Viveu amores singelos, paixões avassaladoras só que ninguém tocou seu coração como ele. Veio para curar, para dar riso ao rosto dela. Profunda menina, de alma grande e sorriso na cintura. Lábios carinhosos, mãos que contam histórias. É ela por ela mesma. Sozinha antes, mas acompanhada dela mesma e, agora, dele.

1215fbe1e75b3dcff46db534c72e48a0

autor_helena

 

561f1bc29160629585225dd64f712ac4

descontroladamente feliz

A gente acha que tem o controle das coisas.

Nessas horas a vida tem uma mania fabulosa de esbofetear a nossa cara com umas verdades.

Menino, tentar explicar o inexplicável é conversa de maluco, mas vamos lá. Tudo bem. Eu que sempre fui a mais maluca do grupo. Mas o mundo anda tão covarde, que andam chamando impulso de coragem. Nunca ter acreditado em conto de fadas não me tirou o direito de acreditar que com algumas alterações, meu comercial de margarina seria vívido muito bem. Meu alto controle não me fez distante, só me fez mais receosa. O medo afasta muita coisa da gente, inclusive oportunidades.

Não existe um uniforme ou alguma fantasia específica. Não é um fetiche ou algo inexplicável. É bem fácil de enxergar, mas o mundo é atrasado demais para acreditar em química. Precisam ver a explosão parar crer na energia. Acreditam que somos apenas programados para dizer que erramos pouco e falamos muito. Demonstramos com sentimento por sinais, mas desejamos que os reconhecimentos sejam escancarados.

Chamamos nossas vontades de hipocrisia por amarrarmos nossos sorrisos em ironias.

Enxergo dentro dos teus braços um calor que procurei por toda vida. Não me apareceu na hora errada. Ao contrário, surgiu na minha melhor hora. Nunca fui tão eu mesma. Só não vou esmagar como o meu ursinho, mas terei sempre por perto. Cuidar não é tomar posse. Você me mostrou isso sem tocar no que era meu, cantando as armadilhas para que eu não me machucasse.  Conquista é uma coisa intensa, tem muito mais de carinho do que de sedução. Tem muito mais de cuidado do que de ciúme.

A chave da minha bagunça você conquistou quando não escondeu o sorriso safado, quando mesmo errado veio tentar explicar a história de um jeito fofo. Foi quando você ofereceu o terno para que a minha amiga pudesse fugir do frio, foi quando dançou com a dama de honra. Foi por ligar pra desejar um bom dia, realmente carregado de desejos bons. Quando esqueceu seu computador aberto com as informações de hospedagem naquela cidade, que na mesma semana eu disse que adoraria conhecer.

Por isso eu ainda quero conservar os arrepios. Quero o frio na barriga por quanto tempo eu puder.

Quero continuar decidindo confiante em meio a sua preguiça, quero que você continue me surpreendo tanto, sendo apenas o que você é de verdade. Gosto dessa adrenalina informal que a gente criou. Esse nosso jeito de cobrar tesão numa troca de olhares. O abraço que conforta mais que aquela rede que a gente balançou durante todo o fim de semana. O jeito bagunçado mais bonito do meu cabelo é quando eu acordo ao seu lado.

Gosto desse jeito que passa o final de semana em outro planeta ou dentro da minha casa. Que divide o mesmo copo e o mesmo sofá na mesma intensidade. Que encaixam tão bem que achamos o quarto muito longe da sala para as nossas vontades. Usamos a trilha sonora do filme como a nossa e deixamos nossos corpos conversarem por sussurros e gemidos.

Depois a gente arruma um culpado pra essa confusão gostosa.

Eu perdi o controle na hora que você chegou.

E estou descontroladamente feliz.

561f1bc29160629585225dd64f712ac4

autor_jorge

 

93f49bba4d94da2a152340ac7070e1a2

meu silêncio

Do nada escutei um tom grave que me arrepiou: você?

Naquela noite quente, não podia imaginar o calafrio que tomou conta de mim em segundos. Sua mão suave e grande nas minhas costas, antes mesmo que eu me virasse, já tinha visualizado sua imagem e sentido seu perfume.

Suspirei de alívio, ao mesmo tempo que meu coração disparava nervoso, sim, era você, depois de atravessar dois oceanos, e continentes, chegava enfim às fronteiras do amor que ficou na espera. O que você e eu não sabíamos, era que eu teria outro alguém, quando você chegasse. O destino não avisa nada, ele acontece.

Não pude te dar um beijo, na intensidade da minha esperança, dúvida e saudade, você não me deixou pistas e eu segui sozinha. Agora, voltando da minha viagem, meu corpo está trêmulo porque sabe o quanto você está perto e me querendo.

Minha cabeça me diz calma, não precisa decidir nada hoje, mas meu coração que já tá grande demais pra caber no meu peito me pede que eu corra de volta pro teu abraço. Assim, com este conflito de direções, silencio tudo em mim, tomo um banho relaxante e me concedo ficar em paz, para organizar meu mundo de dentro.

E amanhã, uma segunda feira novinha, me trará um bom impulso para fazer mudanças que preciso, no mundo do lado de fora.

Boa semana!!

93f49bba4d94da2a152340ac7070e1a2

036395ef-d2f9-4078-acc9-e0f29d6c001f

 

WhatsApp-Image-20160728

o amor que existe

Olha, embora eu não quisesse ter ouvido, (na verdade eu não queria nem que alguém pensasse, quanto menos que tivesse coragem de dizê-lo) foi o que ouvi:

– O amor não existe!

Acredite, alguém disse.
Fiquei assustadoramente petrificada. Por alguns segundos eternos não soube o que fazer, ou dizer. Como alguém poderia afirmar tão categoricamente que não existe tão sublime sentimento?
Fiquei curiosa e perguntei:
– Conte-me mais. Diga mais especificamente o que significa isso. Por que você pensa assim?
– Tão simples. – começou. Não existe e pronto. O que existem são benefícios. As pessoas permanecem ali enquanto recebem algo em troca. Só. Tudo lorota.

Pasmei.
Acreditem, foi isso que ouvi.

– Como não? – comecei. Me explica então as seguintes situações:
Uma criança que nasce e só para de chorar quando sente o corpo da mãe. Uma menina que espera, pacientemente, o namorado da escola voltar da guerra. Espera com a certeza de que ele vai voltar.
Me explica um pai que abre mão de tudo para proporcionar conforto pro filho. Explica um homem aprender coisas que não sabe para poder fazer uma menina feliz. Imagina o homem que enfrenta a família, a sociedade, o medo e a culpa, só para poder estar junto de outro homem. Se puder, gostaria que me dissesse o que você acha de uma pessoa que arrisca a própria vida para salvar outra espécie. Diz também o que você acha que pode ser uma criança ganhando seu primeiro bichinho de estimação. Explica então. Explica, por fim, o que eu sinto toda manhã quando acordo, abro os olhos, e percebo o mundo que foi feito antes de mim?
Não é concebível a não existência do amor. O amor não é simplesmente abstrato. O amor é quase físico. Quase pode-se sentir sua força nos mover para onde nosso coração deveria estar.
Não se pode confundir o não reconhecer com o não existir.
As pessoas não reconhecem o amor. Não o sentem de forma plena. Sentir amor é, nada mais que, amar-se tão completamente a ponto de poder entregar-se pros outros.
Amor é ouro invisível, moeda de troca: quanto mais você tem, mais você pode ofertar.
Significa que não existe, não!
Significa só que você pode não enxergar agora.
Mas, acredite, vai chegar a sua hora.
Abre a porta.

WhatsApp-Image-20160728

autor_kamila

bf2d1328bc6915db6876f18ce02e8a61

mudanças

Parece charme da minha parte, mas não é nem um pouco.

Andei até dando uma variada nos tipos de bebida, mas é pro meu paladar parecer com o dela.

Coisa de louco, mas é uma das coisas mais bonitas que eu já senti. É como se o abraço dela aquecesse cada pedrinha de gelo que eu carreguei dentro do peito nessa vida. Como se ela soubesse onde encaixar perfeitamente cada pedaço meu que o mundo resolveu estilhar por aí. Quanto mais apertado é o nó dos nossos braços, maior é o calor que borbulha ao redor de um coração que já tinha se acostumado a passar frio.

Tem dias em que ela decide não esquentar. Ela prefere queimar os meus fantasmas. Os olhos dela são os tons mais bonitos de bronze que eu já vi. Sinto a forma como eles rasgam a minha pele quando me encaram com sarcasmo. Como sabem exatamente que para que eu me embaralhe nas palavras, é necessário apenas um beijo demorado e a sua mordida que desliza pelo meu pescoço. Nesses dias ela sempre adormece no meu peito e suas unhas rabiscam uma cama de gato em meu corpo. Eu a conforto enquanto ela me protege.

No xadrez e nas noites frias, são as rainhas que protegem os reis.

São nesses dias que nossos corpos amanhecem mais quentes. Usamos a minha cama como tabuleiro e encaixamos nossas peças de uma maneira tão perfeita, que podemos apostar que somos uma só.              Sussurro no teu ouvido meus desejos para o dia que começa. Numa mistura de preguiça e dengo você me responde com um sorriso curto. Meu horário é antes do seu. O barulho do banho que embala seus cinco minutos também. O quadro mais bonito da minha casa é você enrolada no meu lençol.

É muita arte pro meu museu.

Ela nem faz ideia do quanto já faz parte do meu dia. Mas não seria nenhum problema que ela escutasse todos os planos que já tracei pra nós dois, mas só tive coragem de contar aos amigos mais próximos. É uma mistura de fantasia com o mundo real, que a gente cresceu ouvindo dos mais velhos que atendia pelo nome de amor. Uma princesa com voz de anjo no meio o desse suspense dramático que eu gravei durante os últimos anos.

Dos barulhos que eu já ouvi, ela tem uma maneira diferente de transformar tragédias em belas melodias. Ouvindo suas histórias, tento viajar pelo passado dela e contornar todos os problemas que ela passou. Ensaio dentro da minha cabeça uma maneira de alinhar todas as dúvidas que ela já teve só para que ela possa entender que o problema dela pode ser meu, que a solução pode ser nossa mesmo que o problema seja só seu.

E talvez, meu amigo, mudanças sejam simplesmente isso. Quando chamamos alguns erros do passado de aprendizados e somamos com os acertos que desejamos ter ao lado de alguém no futuro. Quando é pra ser, até menos com menos dá mais.

Acontece.

bf2d1328bc6915db6876f18ce02e8a61

autor_jorge

 

 

8c9d68f1b93db3433a1ff4f1d0ecfaff

trilha sonora da semana

Eu não tenho medo, tenho dúvida.

Enquanto não sei de verdade o que quero, fico inventando justificativas e satisfação de pequenos e grandes desejos, para esquecer minha verdadeira vontade.

A vontade é o chamamento de dentro, de vocação, ela vai enfraquecendo, mas não descansa até ser ouvida. Mas escutar e decifrar nossas vozes, não é tarefa fácil, exige afinação.

Enquanto os desejos me movem, não consigo escutar minha vontade e, desafino, desconecto da minha própria canção.

Não tenho medo usar o diapasão da minha vontade, para afinar meus passos, mas tenho dúvida sobre o que me atrai, parece ser tudo real.

Hoje eu percebi que quando vejo e ouço meus sonhos, eles apontam para o verdadeiro rumo, para o bom, o lado saudável das relações, das situações que me levam a um passo a frente, que me farão crescer mesmo.

Desejo é vício, vontade é cura.

Não existimos de um lado só, o exercício de escolha não tem fim.

Aos poucos vamos apurando nossos ouvidos e escutando o tom dos verdadeiros acordes que a nossa trilha sonora precisa compor.

Agora, toca aquela!

8c9d68f1b93db3433a1ff4f1d0ecfaff

036395ef-d2f9-4078-acc9-e0f29d6c001f

 

Senta, se acomoda.

À vontade, tá em casa.

Toma um copo, dá um tempo.